Seguir

Dúvidas Gerais dos Alunos - FAQ

1- O que são as cargas SCU e CP mostradas na aula 03 e como devo determiná-las na prática? 
2- Há algum modo para dimensionar através do programa vigas e lajes pré-moldadas? (já tive problemas tentando dimensionar estas no eberick) 
3- Qual é a diferença entre viga alta normal e viga em T com estribos, ou seja, qual a diferença na hora de calcular e quando devo usar uma ou outra no geral? 
4- Qual a diferença prática de definir uma laje como apoiada ou engastada? Quando devo usar uma ou outra? 
5- Há alguma vantagem em usar vigas rasas ao invés de vigas altas onde não há conexão com pilares? 
6- Como é feito construtivamente uma viga rasa? 
7- Na aula 11.1, por que usar viga semi-invertida? Deste modo a laje vai ficar conectada à metade da viga, como isto funciona? 
8- Qual a diferença de laje de vigota in situ para laje de vigota de concreto? 
9- toda viga curva não tem função estrutural no cypecad? 
10 - Da aula 18.4, não consegui entender o que é a taxa de armadura em lajes. É a quantidade de armadura necessária em cada ponto? 
11- Pilar-parede é igual à viga-parede (tem como característica principal cortante como esforço predominante) ou não? Caso não seja, qual a diferença? 
12- Qual a diferença entre viga de travamento e viga de equilíbrio? 
13 - Na aula 21 foi falado que o programa não calcula os blocos, como devo dimensioná-los então? 
14 - Nesta mesma aula, não seria necessário haver blocos sob a parede cortina também? 
15 - Precisa inserir vigas para poder colocar o radier? 
16- Quando clica em gerar sapatas e vigas o programa cria um radier ou uma sapata? (me pareceu que cria apenas sapatas) 
17 - Na aula 22, não seria necessário que a base do pilar parede estivesse no mesmo ponto que a base do radier (na video-aula é possível que está passando a cota do radier, sendo talvez necessário rebaixar a laje de fundação) 
18- Sempre vou ter que plotar elemento por elemento (digo, viga por viga por exemplo) ou há um modo de plotar, por exemplo, todas as vigas ou todos os pilares de um pavimento de uma vez? (talvez usando o botão desenho da obra?) 
19- Ao gerar os quantitativos o programa geralmente divide por pavimento e elemento ou não? 
20 - Não há video-aulas sobre escadas nem sobre a última aba do programa (segurança e saúde), gostaria de pedir mais informações sobre esses tópicos.

 

RESPOSTAs:

 

 

Segue resposta as suas Perguntas por ordem:

 

1) Para qualquer projeto estrutural o aluno deve ter conhecimento das Normas Técnicas ABNT, neste caso a NBR 6118 e NBR 6120., estamos enviando em anexo para o você dar uma olhada a NBR6120

 

SCU --> Carga de Utilização ou Carga Acidental(Variável) --> Carga de Pessoas, Móveis, Etc.

CP --> Carga Permanente (Carga do Próprio Peso da Estrutura)

 

Para determinar o valor destas cargas você deve consultar a norma NBR 6120 para cada ambiente.

 

Segue em anexo uma apostila de nome Referência para Cálculo em Concreto Armado

 

2) O  Cypecad tem Lajes Pré-Fabricadas, são as Lajes de Vigotas. Em Dados de Lajes escolha a primeira Opção --> lajes de vigotas você pode escolher em Vigotas de concreto, viota In situ, Vigota Treliçada, Vigota Metálica, Protentida Joist. Não há nenhum problema com o dimensionamento destas lajes.

Assim também como as vigas. Lembrando que estes módulos são opcionais, caso o seu Software não tenha, verifique com o fabricante.

 

3) De modo geral a preferência pelos engenheiros e arquitetos é de que as vigas fiquem embutidas nas paredes de vedação, de tal modo que não possam ser percebidas visualmente. Para que isso ocorra, a largura das vigas deve ser escolhida em função da espessura final da parede, a qual depender basicamente das dimensões e da posição de assentamento das unidades de alvenaria (tijolo maciço, bloco furado, etc). Deve ser considerado a espessura da argamassa de revestimento (reboco), nos dois lados da parede. Exemplo a espessura de reboco em São Paulo esta entre 1,5cm e 2 cm. Imagina um quebra cabeça onde as peças tem que encaixar perfeitamente, a sua estrutura vai dizer qual viga utilizar, pois na verdade a função das duas sempre será a mesma de fazer o travamento da estrutura juntamente com os pilares e transferir os esforços verticais recebidos da laje para o pilar ou para transmitir uma carga concentrada, caso sirva de apoio a um pilar.

 

4) Acondição de engastamento de uma laje nas faces das vigas que a suportam é definida pela possibilidade desta laje sofrer ou não UMA ROTAÇÃO. Se a rotação é impedida, diz-se que temos engastamento. Se o giro é permitido dizem que aquele lado está SIMPLESMENTE APOIADO na viga. Outra condição de engastamento é a capacidae do elemento de apoio - se ele for muito rígido - impedir a rotação, como por exemplo, um pilar, uma cortina ou mesmo uma super-viga.

 

Em linhas gerais, dizemos que uma laje está engastada quando ela tem umalaje contígua que impede sua rotação, ou seja uma "vizinha" com rigidez suficiente para isto.

 

Nos caso de lajes extremas apoiadas em vigas, normamente consideramos os lados sem "vizinhos" simplesmente apoiados. O Cypecad considera as lajes SEMPRE engastadas (coeficiente de engastamento = 1) nas faces das vigas e deixa para o USUÁRIO definir onde ele acha que este engastamento deve ser retirado (coeficiente de engastamento = 0). É possível liberar somente uma laje, casos onde as lajes contíguas são de tamanhos muito diferentes: - a lajecom vão pequeno não teria rigidez suficiente para impedir a rotação de uma laje contígua de vão muito grande.

ATENÇÃO: lados de lajes contíguos a lajes em balanço DEVEM ser deixados coeficientes de engastamento =1

 

5 - não há diferença, apenas estética.

 

6 - Acesse o link: http://pormenoresconstrutivos.cype.pt/EHL705.html ou  você pode dar uma olhada nas apostilas que enviamos no DVD chamada de 5.Biblioteca_pormenores_construtivos_manual_do_utilizador  lá tem como são todas as peças estruturais e suas ligações.

 

7 - Utilizou se esta viga para ter altura no piso, exemplo, construção de uma laje em cima destas vigas para ficarem mais alto que o outro piso ao lado, como já falamos cada projeto vai exigir um tipo de viga, normalmente estas vigas quando se quer fazer um banheiro ou um quarto em cima da laje com uma área de serviço, as que estiverem com a viga semi invertida recebem um piso para ficarem mais altas do que o piso da área de serviço, evitando assim entrar água.

 

8 - Diferença apenas na geometria.

 

- Laje Convencional: Vigota T

 

A laje vigota de concreto ou laje convencional, apresenta trilho maciço com seção transversal do tipo “T” invertido com base de 8cm o que diminui o intereixo da laje, sua armadura longitudinal consiste em barras de aço carbono dispostas longitudinalmente, duas na base e uma no topo. Utilizam o material de enchimento (CERAMICA OU EPS), porém as vigotas são mais robustas e pesadas.

 

Emprego:

 

São indicadas para obras residenciais e comerciais, porém que demandem pequenos vãos e, baixas sobrecargas por sua limitação na quantidade de armadura positiva.

 

Desnho da Laje in situ:  http://pormenoresconstrutivos.cype.pt/EHU400.html

 

9 - Sim

 

10 - Sim, as armaduras são calculadas em Malhas. Pode ser considerada uma armadura de base, indicada previamente, sendo que está armadura de base será descontada da armadura de reforço, calculada apenas nos pontos onde a armadura de base não foi suficiente.

 

11 - Pilar-Parede (assim chamados os pilares cuja maior dimensão seja 5 vezes maior que a menor dimensão da seção). Para eles, são feitas análises que levam em conta os efeitos localizados de 2ª ordem, não sendo, portanto, tratados da mesma forma que os pilares comuns. Os efeitos localizados de 2a. ordem ocorrem principalmente nas "pontas" dos pilares-parede.

 

A consideração adequada destes efeitos faz com que as armaduras longitudinais em pilares-parede fiquem concentradas nestas regiões mais suscetíveis a perda de estabilidade, tornando o dimensionamento destes elementos mais seguro, acesse o link para saber mais: http://www.lmc.ep.usp.br/pesquisas/tecedu/pilares/2aordem_index.htm

 

Para ter informações sobre os esforços de vigas paredes acesse este artigo: http://www.gdace.uem.br/Rafael/Rafael_files/Artigo_R1.pdf

 

12 - A viga de travamento ou alinhador permite a passagem das barras de ancoragem alinhando as formas de paredes, pilares e vigas. As vigas alavancas e travamento ou Equilíbrio são utilizadas no mesmo nível das fundações.

 

13 - Você pode dimensionar os blocos,  vai em fundação --> dimensionar, os blocos que não passam ficam em vermelho, para ver os problemas do que não passou vamos clicar em: Verificação. A verificação é uma ferramenta que deve ser utilizada para todos os blocos, já que gere um memorial com os itens calculados  e também os critérios em que o cálculo foi baseado.

 

Verifique o que não passa nos cálculos através dos relatórios e clica em alterar.

 

 A empresa Multiplus trabalha com outros software por exemplo para definição dos blocos, ou você calculo através de planilhas ou do software http://cypecad.multiplus.com/Softwares.htm#ProAlvenaria.

 

14 - A função do curso não é ensinar a projetar, mas aprender as ferramentas do Software, se na análise da estrutura não ocorrer erros que gerem colapso ou ruptura não tem problemas definir os blocos desta forma.

 

15 - não precisa.

 

16 -    Para inserir radier você entra em lajes --> dados de lajes -->lajes de fundação, você tem duas opções paralelo a uma viga ou dois pontos de passagem,  Para saber mais sobre radier assista a aula: http://cypecad.multiplus.com/Passo_a_passo/91_Lancamento_do_Radier.htm

 

17 - O Projeto está de acordo com a Norma NBR 6118 não é necessário alterações.

 

18 - Gere as pranchas, com as pranchas geradas na tela, temos:  Imprimir todos os desenhos que estão na tela ou imprimir selecionados.

 

19 - Você escolhe qual o relatório quer: por pavimento(Grupo), por Grupo e Resumo ou apenas Resumo.

 

20 - Vamos desenvolver aulas sobre escadas, assim que tiver online, avisamos todos os alunos. Sobre segurança e saúde, não falaremos sobre esta assunto neste curso, de qualquer forma, fizemos o pedido para os desenvolvedores.

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0
Tem mais dúvidas? Envie uma solicitação

0 Comentários

Por favor, entre para comentar.
Powered by Zendesk